sábado, 18 de abril de 2015

Fóssil gigante na Amazônia pode comprovar teoria de Charles Darwin

No Laboratório de Paleontologia da Universidade Federal do Acre, está o jabuti gigante da Amazônia, que viveu aqui há 8 milhões de anos.




Jefson Dourado
Rio Branco, Acre. Edição do dia 18/04/2015


Pesquisadores da Universidade Federal do Acre passaram anos montando um quebra-cabeça com o fóssil de um animal encontrado na Amazônia.
O resultado é que acabaram descobrindo uma nova espécie, que viveu há 8 milhões de anos na região e que pode até ajudar na confirmação de um teoria de Charles Darwin.
Os barrancos dos rios revelam o passado da Amazônia. As marcas na terra, de cores diferentes são como um calendário natural. Representam cada fase geológica da região. É nessas áreas que os pesquisadores encontram fósseis de animais que viveram por lá muitos anos atrás. Já se sabe que na Amazônia viveram preguiças, aves e jacarés gigantes.

Há 20 anos, nas margens do rio Acre, no município de Assis Brasil, eles acharam os restos outro animal imenso, e até então desconhecido.
"Já sabia que era uma achado importante, de um bicho de dimensões inimagináveis das formas que conhecíamos até então", diz Jonas Filho, paleontólogo da Universidade Federal do Acre.
Como o fóssil estava muito fragmentado, ficou guardado até 2011, quando começou a ser reconstruído.
No Laboratório de Paleontologia da Universidade Federal do Acre, está o resultado final do trabalho dos pesquisadores: o jabuti gigante da Amazônia, que viveu aqui há 8 milhões de anos.
Só para a gente fazer uma comparação, a diferença é realmente impressionante em relação à carapaça de um jabuti dos dias atuais. É praticamente do tamanho da cabeça do jabuti gigante.
O fóssil tem mais de 1,5 metro de comprimento. Estima-se que o jabuti gigante da Amazônia pesava mais de 300 kg. É maior do que os jabutis-gigantes das Ilhas Galápagos, no Equador.
Os pesquisadores do Acre acreditam que os dois sejam parentes. Se isso for comprovado, confirmaria uma hipótese do naturalista britânico Charles Darwin, que esteve em Galápagos em 1835. Darwin foi o criador da Teoria da Evolução das Espécies.
"Ele argumentou que esses jabutis que estavam em Galápagos, e que vivem lá hoje, vieram do continente sul-americano. Então, nós ainda não tínhamos uma evidência tão completa de que realmente havia jabutis gigantes na América do Sul, e que eles poderiam ter chegado às Ilhas Galápagos. Eles vieram de algum lugar e agora nós estamos mostrando que eles vieram da Amazônia", diz Edson Guilherme, zoólogo da Universidade Federal do Acre.
Fonte: G1.com
Postar um comentário

HISTÓRIA DE PACOTI - CEARÁ

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...