sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

DICA DE FILME: "O NOME DA ROSA".



Título: O Nome da Rosa (The name of the rose)
Países de Produção: Itália, Alemanha e França.
Direção: Jean-Jacques Annaud.
Ano de produção: 1986
Duração: 130min. (2horas e 10min.).
Distribuidor: Globo Vídeo


SINOPSE
Em fins do ano de 1327, na época da Inquisição, mortes misteriosas ocorrem no interior de um mosteiro localizado no norte da Itália. William de Baskerville, um religioso franciscano, acompanhado de seu jovem assistente, o monge Adso de Melk, quer saber por que todos que se aproximam de um antigo livro escrito em grego morrem. Mas suas investigações enfrentaram a oposição de muitos, especialmente de Bernardo de Gui, o cruel inquisidor.
COMENTÁRIOS
O nome da rosa é um filme inspirado no livro homônimo do escritor italiano Umberto Eco, também conhecido pela sua extensa produção acadêmica nas áreas de História, Crítica Literária e Semiótica.
É importante perceber no filme que  os longos diálogos envolvendo discussões teológicas e políticas eram comuns na época em que a história se passa.
Uma das passagens mais curiosas do filme é quando os óculos usados por William de Baskerville provocam uma atitude de surpresa e estranhamente em alguns monges. Os óculos, usados como lente de aumento, são definidos por um dos monges como "olhos de vidro em aros gêmeos". Os óculos eram então uma novidade e somente um número muito pequeno de pessoas tinham acesso a eles.
O nome da rosa é um filme bastante denso. O ritmo lento da narrativa e o clima claustrofóbico contribuem para dar uma ideia aproximada do que pode ter sido a vida nos mosteiros medievais.
Não podemos esquecer que é um filme misterioso e envolvente. Percebe-se diversas críticas a Igreja da época e o comportamento da sociedade medieval. 


COMENTÁRIOS DE:  Artur Ricardo - Historiador.
Postar um comentário

HISTÓRIA DE PACOTI - CEARÁ

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...