quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

NÃO ESPERE O FIM, ESPERE O COMEÇO. Texto de Artur Ricardo.


Texto de João Artur.
O ser humano embriagado em sua própria ignorância e insensatez é o único responsável pelo fim de sua existência na terra. Para Thomas Hobbes (1588/1679) - filósofo inglês da Idade Moderna “O homem é o lobo do próprio homem”. O homem auto se destrói pela sua prepotência e arrogância de achar-se que é deus. O mundo não acabará em 2012 muito menos em 2013. Previsões são apenas previsões o autor da criação ainda acredita em sua obra prima, então... Nada chegará ao fim por enquanto. São apenas especulações.
Se pararmos para refletir, o mundo já acabou com a esperança de milhões de famintos espalhados pelos recantos desse mundo de meu Deus. Quanta criança sem comida, sem bebida e sem lazer, negar esses direitos, isso sim, é o fim do mundo.
Quando não se há partilha e fraternidade no coração do homem a tendência é esse mesmo homem ficar obeso de orgulho e soberba, ficando incapaz de abraçar a compaixão e a esperança.
Os rumores de guerras são frutos dessa obesidade. Com a violência e o ódio impetrados pelo coração do homem no seio de nossa sociedade anunciam o fim dos tempos.
As profecias dos povos Maias – de que o mundo acabaria em 21.12.2012, segundo o calendário dessa civilização – é apenas uma leitura equivocada do homem moderno em relação a uma sociedade com ritos e crenças misteriosos. Até porque essa civilização tinha diversos calendários e em nenhum deles encontraremos afirmações concretas de um Armagedon.  
Já o Apocalipse cristão anuncia primeiro à segunda vinda de Cristo com Poder e Glória, mas antes, a Palavra de Deus seria anunciada a todos os habitantes da terra. Com isso não seria o fim mais o inicio do reinado de Cristo na terra. Então não é o fim é o começo.
Enquanto não se concretiza o fim. É preciso gritar pelos quatro cantos do globo, que o mundo precisa de educação e saúde de qualidade, saneamento básico em nossas cidades, geração de emprego e renda, preservação do meio ambiente, segurança, tolerância às diferenças de gênero, raça e credo, compreensão entre os povos, liberdade de expressão e credo etc. Onde houver indiferença e intolerância entre os homens, nos aproximamos do fim dos tempos.
Numa sociedade onde o amor não é o centro, é sinal de que o fim já está próximo.
Enquanto as ideias maléficas e pervertidas dos homens não se transformar em ideias de compreensão e unidade na diversidade, continuaremos a caminhar para o penhasco.
O inicio e o fim da humanidade não deve ser uma data, mas o coração de Deus sedento de amor e paz, que não cessa de buscar esse mesmo homem pervertido e distante. Não espere o fim, espere o começo de um novo dia que está prestes a nascer com o sol radiante e belo jamais visto pelo homem. O sol da esperança nunca deixará de iluminar a humanidade. Acredite no amanhã ele existe.
Postar um comentário

HISTÓRIA DE PACOTI - CEARÁ

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...