segunda-feira, 21 de março de 2016

Jango e o Golpe de 1964. 2 documentários para recordar...


Em meio às atuais circunstâncias políticas, separamos 2 documentários para refletir... O dia que durou 21 anos e Dossiê Jango, as duas obras abordam os eventos que levaram à deposição de Jango, presidente democraticamente eleito...

O dia que durou 21 anos



Ano: 2013; Diretor: Camilo Tavares; 1h17m.

O documentário aborda a influência do governo dos Estados Unidos no Golpe de Estado no Brasil em 1964. A ação militar que deu início a ditadura contou com a ativa participação de agências como CIA e a própria Casa Branca. Com documentos secretos e gravações originais da época, o filme mostra como os presidentes John F. Kennedy e Lyndon Johnson se organizaram para tirar o presidente João Goulart do poder e apoiar o governo do marechal Humberto Castelo Branco.



Dossiê Jango




Ano: 2013; Direção: Paulo Henrique Fontenelle; Duração: 1h43m.

João Goulart havia sido eleito democraticamente presidente do Brasil, mas foi expulso do cargo após o golpe de Estado de 1 de abril de 1964. Depois do fato, o ex-presidente se refugiou na Argentina, onde morreu em 1976, quando estava planejando voltar ao Brasil. Imediatamente após a morte de João, ele foi enterrado, assim deixando as circunstâncias de sua morte no país vizinho sem muitas explicações até atualmente. Hoje em dia, acredita-se que foi um assassinato premeditado. Dossiê Jango traz o assunto de volta à tona e tenta esclarecer publicamente alguns fatos obscuros da história do Brasil.


Fonte: Filosofando
Postar um comentário

HISTÓRIA DE PACOTI - CEARÁ

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...